© 2016 by ALVARDOCWEB. Proudly created with Wix.com

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon

MINICURSOS

INTRODUCCIÓN AL ANÁLISIS GENÉTICO EN MOLUSCOS
 

Roberto E. Vogler, Ariel A. Beltramino y Jacqueline D. Caffetti.

beltraminoariel@hotmail.com

El minicurso es una propuesta destinada a estudiantes de grado, postgrado y profesionales que deseen conocer y abordar los principios generales del análisis genético en moluscos. El propósito es ofrecer una breve introducción a los principales conceptos y herramientas metodológicas de uso más frecuente en el campo de la genética molecular y citogenética aplicada a moluscos.

DNA BARCODE: A CASE STUDY ON MOLECULAR IDENTIFICATION OF BIOMPHALARIA (PULMONATA: PLANORBIDAE)

Roseli Tuan & Ammon Fernandez

roselituan@gmail.com

A mini-course in DNA Barcoding, species identification through tree-phylogenetic treee models and models to partition nucleotide sequence data . The mini-course will covers the DNA barcode framework using both COI and 16S rRNA mitochondrial markers. The usefullness od DNA barcode in Schistosomiasis Control Programs will also be discussed.

UM CAFÉ COM MALACÓLOGOS: ESTATÍSTICA E COMPARTILHAMENTO DE DADOS, TUDO SOBRE A MESA
 

Rogerio Santos

roger.c.l.santos@gmail.com

A estatística para muitos pesquisadores é a parte mais complicada de um trabalho científico. Após tomar um café e olhar os dados sobre a mesa esse pensamento pode mudar. As análises são ferramentas essenciais, porém devem sempre atender as perguntas científicas. Neste MC abordarei a importância da maneira como os dados são obtidos, como podemos associar as amostragens em diferentes escalas espaciais e ainda, as diversas formas de análises/explorações estatísticas dessas informações. Vamos tomar um café?

MICROMOLUSCOS: QUEM SÃO, TÉCNICAS DE COLETA E DE ESTUDO
 

Maurício R. Fernandes & Leonardo S. de Souza

mauriciofernandes14@hotmail.com

O estudo taxonômico e biológico de micromoluscos (i.e., seguindo a definição clássica de comprimento do corpo sendo menor que 10 mm) cresceu consideravelmente nas últimas décadas, devido a melhorias em técnicas de estudo, especialmente anatômicas e moleculares, e ao reconhecimento da grande riqueza de espécies em famílias com miniaturização corporal.